1)
Dê preferência às carnes com baixos teores de gordura. Isso porque a gordura de origem animal aumenta as concentrações de colesterol e LDL no sangue. Escolha carnes brancas (peixe e aves sem pele) e cortes magros de carne vermelha, diminuindo, assim, a ingestão de gordura saturada e colesterol

2) Coma peixes marinhos pelo menos uma vez por semana. Eles atuam na fabricação de substâncias que protegem o coração

3) Fuja das gorduras aparentes, como picanha e bacon

4) Massas do tipo croissant e podre devem ser evitadas

5) Troque o leite integral pelo desnatado, que tem menor teor de gordura. Se não conseguir, prefira o semidesnatado

6) O queijo amarelo é bem mais gorduroso que o branco. Prefira o segundo

7) Na hora da sobremesa, dispense aquelas muito calóricas e gordurosas, do tipo torta de chocolate com chantilly

8) Limite o consumo de frituras para duas vezes por semana, reduzindo o valor calórico da sua dieta. Consumir calorias acima das necessidades piora o perfil lipídico

9) Alimentos grelhados, assados ou cozidos são as melhores opções

10) Aumente a ingestão de vegetais crus (folhas). Eles são compostos por fibras, que ajudam a diminuir a absorção do colesterol e das gorduras. De quebra, melhoram o funcionamento do intestino

11) Outra sugestão para aumentar o consumo de fibras é consumir cereais integrais, como o arroz integral e aveia

12) Prefira as frutas aos doces calóricos. É saudável: tem mais fibras e menos calorias

13) A gema de ovo deve ser restringida a três vezes por semana. Diminua o consumo de maionese e de molhos a base de gemas

14) Para o preparo dos alimentos, prefira óleo vegetal à gordura animal (ou saturada)

15) Sempre que puder utilize azeite. É uma gordura monoinsaturada, que ajuda a manter o nível de colesterol nos eixos. Mas lembre-se: não adianta usá-lo para frituras, pois seu aquecimento altera sua composição

16) Evite a gordura hidrogenada (apesar de ser vegetal, é prejudicial devido ao processo industrial de solidificação a que é submetida: injeção de nitrogênio). O ideal é usar óleo de milho, de girassol, de canola e de oliva

17) Procure fracionar sua alimentação. Faça 5 a 6 refeições ao dia, em local tranqüilo e mastigando bem os alimentos

18) Fique atento ao seu peso. Pessoas obesas tem maiores níveis de LDL e menores de HDL e são mais propensas às doenças do coração

19) Faça exercícios. Manter uma atividade física constante melhora a saúde em geral. Queima calorias, contribuindo para a perda de peso, aumento do HDL e diminuição dos triglicérides (gordura no sangue). Além disso, é uma boa forma de mandar o estresse para bem longe, uma vez que ajuda a produzir substâncias que causam sensação de bem-estar.

20) Cuide de sua mente e lembre-se:

MENTE SAUDÁVEL REFLETE NUM ORGANISMO EM EQUILÍBRIO.



 

 

 


© Todos os direitos reservados   Tels. (11) 3110-1114 - (11) 3493-8612 - (11) 98374-8527